Angola no 'top' do vinho português

Portugal exportou vinho no valor de 246 milhões de euros. Angola é o maior importador; Reino Unido e EUA estão a seguir.

Angola lidera o ranking dos dez países que mais compram vinhos portugueses, tendo importado 444,6 mil de hectolitros em 2009, no valor de 56,9 milhões de euros. No ano passado, Portugal exportou em vinhos tintos e brancos, isto é, vinhos tranquilos, 1,59 milhões de hectolitros, o que correspondeu a 246 milhões de euros, indicam dados a da ViniPortugal. Ou seja, Angola representa já cerca de um quarto das exportações nacionais. O dinamismo das exportações de vinhos portugueses para Angola continua a ser sustentado e "o potencial de mercado grande", segundo a ViniPortugal. A seguir a Angola, surge o Reino Unido, com um valor de importações da ordem dos 19,6 milhões de euros; e depois os EUA, com compras no valor de 18,6 milhões de euros. Para muitas empresas produtoras de vinho, as exportações surgem como a única possibilidade para a expansão do negócio, já que em Portugal o consumo de vinho tem vindo a diminuir. "Como as famílias têm menos dinheiro, consomem menos", refere uma das maiores empresas vinícolas. A produção total de vinho na campanha de 2009/2010 foi de 5,867 milhões de hectolitros, um aumento de 3,1% face ao ano anterior. Os vinhos com denominação de origem protegida (DOP) representaram 51,1% da produção e os vinhos com indicação de geografia protegida (IGP) 21,7%. A categoria vinho representou 27% e os vinhos com indicação de casta e/ou ano, apenas 0,1%.

30.07.2010
Skip Navigation Links
 
 
Copyright - Loja Gourmet | Optimizado para 1024x768 IE7+ FF3+ | Termos e condições de utilização e privacidade