Produção
Espumantes

Os espumantes são os vinhos cujo anidrido carbónico é resultante unicamente de uma segunda fermentação alcoólica de 10% a 13%. O anidrido carbónico faz com que o vinho ganhe o seu pérlage (bolhas), formando espuma na superfície do vinho. O melhor exemplo é o feito na região de Champanhe em França.

Os espumantes devem sofrer duas fermentações, sendo que na última deve-se prender o CO2 na garrafa para se conseguir as bolhas. Assim, na primeira fase consegue-se um vinho base, geralmente seco e ácido. Para que se obtenha a segunda fermentação, adiciona-se açúcar e leveduras. Esta última fermentação pode ser conseguida de duas formas: dentro da garrafa como em todos os Champanhes (méthode champénoise), obtendo-se vinhos mais finos e de menor complexidade, ou dentro de cubas fechadas, conhecido como método de Charmat, geralmente utilizado nos espumantes mais simples e baratos, jovens e frutados, para consumo de curto prazo.

Como regiões produtoras de vinhos espumantes em Portugal destacam-se: Bairrada, Beiras, Verdes e Setúbal.

Topo
 
 
Copyright - Loja Gourmet | Optimizado para 1024x768 IE7+ FF3+ | Termos e condições de utilização e privacidade